Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 25 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Grêmio

Alterada em 25/12 às 21h33min

Após deixar o Grêmio, Lucas Barrios deve acertar com o Colo Colo

Barrios foi campeão da Libertadores e vice do Mundial de Clubes jogando pelo Grêmio

Barrios foi campeão da Libertadores e vice do Mundial de Clubes jogando pelo Grêmio


CRISTIAN RUDOLFFI/ATON CHILE/AFPJC
Folhapress
O atacante Lucas Barrios já sabe onde irá jogar na temporada 2018. Depois de ser campeão da Libertadores no Grêmio e anunciar a sua saída da equipe gaúcha, o jogador acertou seu retorno ao Colo Colo, do Chile, onde jogou em 2008 e 2009. A informação foi divulgada pelo site Tyc Sports.
Ainda segundo a publicação, o argentino de 33 anos vai assinar contrato por dois anos na próxima semana e será um dos atletas mais valorizados do plantel. O time conta ainda com os argentinos Agustín Orion, Fernando Meza, Matías Zaldivia e Julio Barroso.
Barrios chegou ao futebol brasileiro em 2015 quando defendeu o Palmeiras. O atacante atuou até 2017 pela equipe alviverde, mas não conseguiu se firmar e acabou fechando com o Grêmio. Na equipe gaúcha, foi campeão da Libertadores e vice do Mundial de Clubes. No fim de sua passagem, Barrios também foi questionando e chegou a ter a sua titularidade ameaçada.
Logo após a final contra o Real Madrid, Barrios afirmou que soube de sua saída dois meses antes e que havia sido liberado pelo clube para conversar com outra equipe. O argentino chegou a ser sondado por times como River, Huracán e Vélez, mas acabou acertando com o futebol chileno.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia