Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 25 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Alterada em 25/12 às 18h26min

Inter convoca conselho às pressas para votar suplementação de R$ 26 milhões

Rodrigo Dourado (à direita), pode ser negociado, melhorando a situação dos cofres do Inter

Rodrigo Dourado (à direita), pode ser negociado, melhorando a situação dos cofres do Inter


JONATHAN HECKLER/Arquivo/JC
Folhapress
O Conselho Deliberativo do Inter se reunirá na próxima quarta-feira (27) com um objetivo imediato: aprovar a suplementação orçamentária na casa dos R$ 26 milhões solicitada pelo presidente Marcelo Medeiros. A solução precisa ser dada antes da virada do ano.
Ameaçado por um ano de poucos lucros, o Internacional se informou sobre a possibilidade de ter problemas com o Profut por conta do déficit. Mas, conforme apurou a reportagem, há uma certa tranquilidade quanto a isso.
O ano no vermelho tem muitas justificativas. As frequentes promoções de ingressos que aumentaram a taxa de ocupação do Beira-Rio, mas diminuíram a renda dos jogos. A baixa perspectiva de venda de produtos na Série B e, principalmente, a desvalorização do elenco.
Não houve uma grande venda de jogadores neste ano. Apenas William foi negociado e subvalorizado pela queda do time à segunda divisão no ano passado.
Desta forma, no início de dezembro, o presidente Marcelo Medeiros solicitou que fosse liberada suplementação orçamentária para o Internacional. Os Conselheiros foram chamados para apreciar a pauta dois dias após o Natal, a partir das 19h30min. 
Não bastasse os motivos já elencados, o Internacional teve uma verba de televisão menor no ano passado por conta da segunda divisão. Isso não se refletiu apenas na temporada anterior ou no poder de investimento parco para 2018, mas também se refletirá na obrigação de vendas maiores.
Rodrigo Dourado, sondado por uma série de clubes da Europa, é o primeiro da fila para deixar o Beira-Rio. O clube espera uma negociação que movimente perto de € 7 milhões (R$ 27,7 milhões) pelo volante de 21 anos.
Outro que tem possibilidade de saída é o atacante William Pottker. Neste ponto, o time colorado define preço de venda em € 12 milhões (R$ 47,5 milhões).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia