Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Libertadores

Notícia da edição impressa de 20/12/2017. Alterada em 19/12 às 21h32min

Sorteio define caminho tricolor na briga pelo tetra

Atual campeão, Tricolor tentará o quarto título do torneio continental

Atual campeão, Tricolor tentará o quarto título do torneio continental


/EITAN ABRAMOVICH/AFP/JC
A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) sorteia hoje, a partir das 21h, o caminho dos oito brasileiros que lutarão pelo título da Copa Libertadores da América de 2018. A definição dos chaveamentos ocorrerá no centro de convenções da entidade, em Luque, na Grande Assunção, no Paraguai. Os clubes do País que estão na busca pelo título são o atual campeão, Grêmio, além de Cruzeiro, Santos e Corinthians - todos cabeças de chave -, Palmeiras, Flamengo, Vasco e Chapecoense, estes dois últimos na fase de pré-Libertadores.
Os times estão divididos em quatro potes de acordo com o ranking da Conmebol, utilizando critérios como a performance de cada clube na competição nos últimos dez anos, um coeficiente histórico baseado em todas as participações no torneio e o desempenho nas últimas dez edições dos campeonatos nacionais.
Na busca pelo tetracampeonato, o Grêmio não terá pela frente os fortes River Plate ou Boca Juniors, já que ambos também são cabeças de chave, porém, o sorteio pode colocar no caminho tricolor outros argentinos, como Independiente, Estudiantes e Racing. Mais dois clubes com participações frequentes que podem cair no grupo gaúcho são os chilenos do Colo-Colo e Universidad de Chile. Já do pote 4, onde podem estar os brasileiros Vasco e Chapecoense, os colombianos Independiente de Santa Fe e Junior Barranquilla aparecem como possíveis inimigos.
Segundo o regulamento do torneio continental, dois times do mesmo país não podem ficar no mesmo grupo, exceto os clubes oriundos da pré-Libertadores. A partir disso, Flamengo e Palmeiras ficarão em potes distintos. Já que não são cabeças de chave, cariocas e paulistas poderão enfrentar já na primeira fase grandes adversários como o Atlético Nacional, da Colômbia, campeão da Libertadores de 2016, o tradicional Peñarol, do Uruguai, e River Plate e Boca Juniors, por exemplo.
 

Elogiado por Portaluppi, Everton, do Flamengo, pode parar na Arena

O meia-atacante Everton, valorizado pelo bom ano individual no Flamengo, está na lista de possíveis reforços para o elenco do Grêmio. O técnico Renato Portaluppi é admirador do futebol do jogador, já deu aval para o início das tratativas, e ele pode aparecer na Arena próxima temporada. O valor da transferência de Everton é de cerca de R$ 15 milhões, mas a negociação, caso aconteça, só deve evoluir a partir de janeiro.
Segundo o vice de futebol gremista, Odorico Roman, o alto valor está fora da realidade do clube. O que facilitaria a vinda do meia-atacante seria uma eventual venda. Com vários jogadores assediados pelo mercado europeu, caso do atacante Luan e do volante Arthur, essas cifras poderiam rechear os cofres tricolores e ajudar a fechar o negócio.
O que pode pesar na investida em Everton é a possível saída de Fernandinho, que não deve renovar contrato. Além da incerteza sobre Cícero, que também precisa de um novo compromisso para permanecer em 2018. A direção tricolor considera que se trata de um bom jogador, mas ainda não iniciou nenhuma conversa para efetivar a contratação.
Já a definição sobre o futuro de Portaluppi no clube deve sair nos próximos dias. O representante do treinador, Gerson Oldenburg, o Gauchinho, desembarcou ontem em Porto Alegre e se reunirá com a diretoria tricolor para definir as novas bases salariais do profissional.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia