Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Negócios Corporativos

Notícia da edição impressa de 27/12/2017. Alterada em 26/12 às 21h31min

Hard Rock fecha acordo com fundo para abrir três hotéis no Brasil

O grupo hoteleiro Hard Rock - dono dos cafés que atraem turistas pelo mundo - anunciou, ontem que três hotéis da rede vão abrir no Brasil até 2021. A VCI (Venture Capital Investimentos), companhia aberta brasileira que detém participações na Fisa, Ekos Engenharia e Triadz, deve investir R$ 300 milhões nos projetos.
Os destinos estão em construção em Fortaleza, no Ceará, na Ilha do Sol, no Paraná, e em Caldas Novas, em Goiás. A VCI adquiriu o direito de usar a marca no mercado brasileiro.
Quando estiverem prontos, a operação dos hotéis fica por conta do grupo Hard Rock. "Eles não terceirizam a gestão e são muito preocupados com a reputação da marca", diz Samuel Sicchierolli, sócio da VCI.
A marca Hard Rock está presente em 177 países. No Brasil, chegou em 2015, quando abriu um café em Curitiba. O contrato da VCI com a Hard Rock prevê uma parceria de 28 anos, renovável por um igual período.
Há alguns anos, o fundo anunciou investimentos na construção de hotéis nos arredores dos aeroportos de Viracopos e Brasília, negócios que não viraram. O único empreendimento entregue pelo fundo VCI, que existe desde 2012, é o Tryp by Wyndham, perto do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia