Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura Internacional

26/12/2017 - 14h30min. Alterada em 26/12 às 14h33min

México amplia programa de hedge cambial em reação à volatilidade

O Banco do México anunciou a ampliação de seu programa de hedge cambial, como resposta à alta volatilidade e deterioração das condições de operação do mercado, que levaram o peso à mínima em nove meses ante o dólar. Segundo o banco central mexicano, nos leilões de moeda serão acrescidos US$ 500 milhões à atual oferta de US$ 5 bilhões.
O banco central colocou US$ 250 milhões em contratos a prazo não negociáveis de 30 dias a uma taxa de câmbio média de 19.6256 pesos por dólar e US$ 250 milhões em contratos de 57 dias a 19.6918 por dólar. A demanda foi de US$ 255 milhões para os contratos de um mês e de US$ 375 milhões para os contratos de dois meses.
Se o peso se enfraquecer mais até o vencimento dos contratos, o banco central pagará a diferença em pesos, e se a moeda local se valorizar, o BC receberá a diferença. Os contratos de hedge são uma forma de o banco central apoiar o mercado cambial sem esgotar as reservas internacionais do México, que atualmente estão em cerca de US$ 172,5 bilhões.
O programa de hedge de até US$ 20 bilhões foi lançado em fevereiro, após o peso registrar desvalorização recorde, ao chegar a 22 pesos por dólar. O Banco do Mexico informou que a decisão de aumentar a oferta no programa de hedge tem por objetivo prover liquidez ao mercado e, se necessário, novas medidas poderão ser tomadas. Pouco após o anúncio do BC, o peso se valorizou levemente, passando de 19,74 pesos por dólar na sexta-feira para 19,57 pesos por dólar nesta terça-feira. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia