Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 22 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 22/12 às 21h37min

Bolsas de Nova Iorque têm leve queda em dia de baixo volume de negócios

As bolsas de valores dos Estados Unidos fecharam em leve queda nesta sexta-feira (22), em um dia de baixo volume de negócios, em razão das festas de fim de ano. No entanto, os índices conseguiram registrar ganhos semanais.
O índice Dow Jones fechou em queda de 0,11%, aos 24.754,06 pontos; o S&P 500 avançou 0,05%, para 2.683,34 pontos; e o Nasdaq fechou em queda de 0,08%, para 6.959,96 pontos. Na semana, o Dow Jones subiu 0,42%; o S&P 500 ganhou 0,28% e o Nasdaq avançou 0,34%.
O recuo acontece no final de uma semana agitada em Washington, com a aprovação pelo Congresso da reforma tributária dos republicanos e de uma medida provisória para impedir a paralisação do governo. Analistas dizem, porém, que esses fatores já foram precificados no mercado.
O S&P está no caminho de observar um ganho de 1% no mês, marcando o nono mês seguido de alta, na maior série de avanços mensais desde 1983. Os papéis ainda podem avançar na próxima semana. Desde sempre, durante as cinco últimas sessões do ano e nas primeiras duas sessões do ano novo, o S&P 500 avançou em 75% das vezes, de acordo com o WSJ Market Data Group. Alguns analistas apelidaram a alta de "rali do Papai Noel".
Nesta sexta, as ações oscilaram entre perdas e ganhos antes de fecharem em queda. As ações das empresas de saúde foram as que apresentaram os piores resultados, com a Celgene recuando 1,4%.
Já o setor de energia se beneficiou do avanço dos preços do petróleo e avançou 0,22% no S&P 500. A ExxonMobil ganhou 0,14% e a Chevron subiu 0,13%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia