Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 20/12 às 18h13min

Ouro se opõe ao dólar e fecha em alta

Os contratos futuros de ouro encerraram o pregão desta quarta-feira, 20, em leve alta, no dia da aprovação da reforma tributária no Congresso dos Estados Unidos e em movimento oposto ao dólar.
Na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega em fevereiro teve alta de US$ 5,40 (+0,43%), terminando em US$ 1.269,60.
A moeda americana caiu na sessão, em meio a um certo nível de incerteza em relação à demora na aprovação da reforma tributária no Congresso americano. Na terça-feira, após ser votada na Câmara, senadores democratas ameaçaram obstruir o voto na Câmara alta. O texto teve de ser levemente modificado e retornou aos deputados, que deram o aval final no meio da tarde.
Por 224 votos a favor e 201 contra, a reforma tributária foi aprovada e prevê o corte de US$ 1,5 trilhão em impostos no país nos próximos dez anos. O texto segue para sanção do presidente Donald Trump.
"O metal amarelo está atualmente no processo de um salto técnico com resistência firme encontrada em US$ 1.267,00", afirmou o analista da corretora FXTM, Lukman Otunuga.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia