Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 20/12 às 10h02min

Dólar recua ante real em linha com o exterior

O dólar recua discretamente ante o real na manhã desta quarta-feira (20) em linha com o viés negativo do Dollar Index e em relação a algumas moedas emergentes e ligadas a commodities no exterior, segundo o operador de uma corretora que não quis se identificar.
Lá fora, os investidores já precificaram em boa medida a possível aprovação da reforma tributária dos Estados Unidos nesta quarta pela Câmara dos Representantes. Por isso, há uma discreta realização de ganhos recentes e a moeda americana está mais fraca. O plano foi aprovado pelo Senado durante a madrugada e será reapreciado pelos deputados ainda pela manhã. Se confirmada sua aprovação, o presidente Donald Trump dará entrevista às 16h.
O gerente de mesa de derivativos de uma gestora de recursos diz que o dólar tende a oscilar entre margens estreitas no dia.
Segundo a fonte, a liberação de compulsório de cerca de R$ 20 bilhões até 2 de janeiro deixa o mercado mais líquido porque haverá mais recursos dos bancos para crédito ao consumidor. Em relação às eleições de 2018, a fonte minimiza o resultado do Barômetro Político Estadão-Ipsos, que mostrou melhora da imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, enquanto outros possíveis candidatos, como Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede) e Jair Bolsonaro (PSC), sofreram desgaste.
"Essas agências e institutos de pesquisa estão desacreditados", afirma. "O que está no radar é o julgamento do dia 24 de fevereiro. Eventual condenação de Lula deve empurrar o dólar para baixo", avalia a fonte.
Às 9h40min desta quarta, o dólar à vista recuava 0,13%, aos R$ 3,2878. O dólar futuro de janeiro caía 0,08%, aos R$ 3,2910. Lá fora, o Dollar Index tinha viés de baixa de 0,02%, em 93,424 pontos. A moeda americana caía ante o dólar australiano, o peso chileno e o rublo russo. Não está descartada uma virada para o lado positivo lá fora e ante o real, disse o mesmo gerente.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia