Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 15 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 15/12 às 08h06min

Yuan contraria BC chinês e fecha em alta marginal ante o dólar

O yuan fechou em alta marginal frente ao dólar nesta sexta-feira (15), mesmo após o Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) orientar a moeda chinesa para baixo por meio da taxa de referência diária que baliza os negócios no câmbio.
No encerramento da sessão em Xangai, o dólar estava em 6,6084 yuans, ligeiramente abaixo dos 6,6088 yuans do fim das transações de ontem.
O PBoC estabeleceu a chamada taxa de paridade de hoje em 6,6113 yuans por dólar, ante 6,6033 yuans na sessão anterior.
Pelas regras do BC chinês, o yuan pode variar até 2% diariamente, para cima ou para baixo, em relação à taxa de paridade. 
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia