Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Previdência

13/12/2017 - 11h28min. Alterada em 13/12 às 11h28min

Discussão sobre Previdência no plenário pode se estender até fevereiro, afirma Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), confirmou nesta quarta-feira (13) o início da discussão da reforma da Previdência no plenário da Casa para esta quinta-feira (14) mas não garantiu que ela se encerrará ainda este ano. Segundo ele, se a votação da proposta ficar para 2018, o debate deve se estender até fevereiro.
"O relator (deputado Arthur Oliveira Maia, PPS-BA) vai apresentar relatório amanhã, vai ter algum debate. Se confirmada a votação na próxima semana, o debate vai se estender amanhã o dia inteiro. Se não, acho que vai ter um debate menor amanhã e ele volta em fevereiro. Vai depender da data que a gente marque", disse Maia. "Mas pode ter certeza, quando eu der a data, é para aprovar", emendou.
Na terça, Maia afirmou que a "intenção" é começar a votação da reforma no plenário na próxima terça-feira (19) mas que continuava achando "muito difícil" o governo conseguir os 308 votos mínimos necessários para aprovar a matéria até lá.
Ele disse que só fará a votação, "no limite", quando o governo tiver pelo menos 315 votos favoráveis, embora o "ideal" fosse 330 votos.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia