Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 12/12 às 08h04min

Bolsas asiáticas fecham em baixa generalizada, em clima de cautela antes do Fed

As bolsas asiáticas fecharam em baixa generalizada nesta terça-feira (12), com o sentimento de cautela prevalecendo antes de reuniões de política monetária nos EUA, na zona do euro e no Reino Unido.
Investidores da Ásia aguardam principalmente a decisão do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que iniciará seu encontro mais tarde e amanhã deverá elevar juros pela terceira vez este ano, diante dos últimos sinais positivos da economia dos EUA, além de dar alguma sinalização sobre o futuro das taxas em 2018.
Na quinta-feira (14), o Banco Central Europeu (BCE) e o Banco da Inglaterra (BoE) também revisam suas políticas, mas não há expectativa de mudanças, uma vez que ambos já anunciaram ajustes monetários nas reuniões anteriores.
Temores de que o banco central da China (PBoC) aja na esteira da provável alta de juros do Fed pesaram nos mercados locais. O índice Xangai Composto terminou o pregão com queda de 1,25%, a 3.280,81 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,97%, a 1.901,09 pontos. Destacaram-se negativamente ações de bancos, seguradoras e empresas aéreas.
Em Tóquio, o Nikkei caiu 0,32%, a 22.866,17 pontos, interrompendo uma sequência de três sessões positivas e depois de atingir o maior nível em 26 anos nos negócios de ontem.
Em outras partes da região asiática, o sul-coreano Kospi caiu 0,42% em Seul, a 2.461 pontos, pressionado por ações do setor químico, enquanto o Taiex cedeu 0,28% em Taiwan, a 10.443,28 pontos, influenciado pelo fraco desempenho de papéis de tecnologia, e o filipino PSEi perdeu 0,29% em Manila, a 8.334,06 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng recuava cerca de 0,60% pouco antes do encerramento do pregão.
Na Oceania, a bolsa australiana ignorou o tom negativo da Ásia e terminou o dia no maior nível em quatro semanas, graças ao avanço de ações das indústrias petrolífera e de mineração. O S&P/ASX 200 subiu 0,25% em Sydney, a 6.013,20 pontos. Os preços internacionais do petróleo estão numa trajetória positiva desde o fim da semana passada, mais recentemente por causa da paralisação de um oleoduto no Reino Unido. 
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia