Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 11/12 às 20h09min

Dólar recua ante euro em meio a ansiedade com reunião do Fed

O dólar recuou nesta segunda-feira (11), ante o euro, em meio a ansiedade dos investidores com o resultado da reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), a ser concluída na quarta-feira.
No fim da tarde em Nova Iorque, o dólar subia a 113,53 ienes, de 113,48 na tarde de sexta-feira; já o euro, subia para US$ 1,1777, de US$ 1,1770.
Muitos esperam que o Fed eleve as taxas de juros na quarta-feira, e agora o foco devem ser as projeções econômicas e para a taxa de juros em 2018. Alguns analistas acreditam que a economia americana pode ser impulsionada se a reforma tributária dos republicanos for aprovada pelo Congresso nas próximas semanas, o que deve acelerar o ritmo de elevação de juros no próximo ano.
Expectativa por juros maiores tendem a impulsionar o dólar, que fica mais atrativo para investidores em busca de rendimentos.
Após valorizar cerca de 2,5% contra uma cesta de moedas nos últimos três meses, o dólar "pode sofrer no final da semana, a menos que o comunicado do Fed seja obviamente hawkish (favorável ao aumento dos juros)", disseram analistas do Scotiabank, em nota.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia