Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Indústria

Alterada em 11/12 às 14h32min

Venda de papelão ondulado cresce 7,94% em novembro, diz ABPO

No acumulado de janeiro a novembro, as vendas do produto somaram 3,225 milhões de toneladas

No acumulado de janeiro a novembro, as vendas do produto somaram 3,225 milhões de toneladas


JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
As vendas de papelão ondulado utilizado em embalagens - caixas, acessórios e chapas - cresceram 7,94% em novembro na comparação com o mesmo mês de 2016. Frente a outubro, houve retração de 1,51%, para 308,036 mil toneladas. Os dados prévios foram divulgados nesta segunda-feira (11) pela Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO).
No acumulado de janeiro a novembro, as vendas somaram 3,225 milhões de toneladas, alta de 5,01% ante o volume expedido em igual período do ano passado.
Em nota, a associação diz que o crescimento da expedição de papelão ondulado continua a surpreender positivamente. "Em novembro, o setor completou o quarto mês consecutivo com taxas acima de 6%, duas das quais superiores a 8%. Nestes quatro meses, a expansão média foi de 7,89%, em relação ao mesmo período do ano passado", destaca.
Para dezembro, a ABPO prevê uma taxa de crescimento bem menor do que a da sequência recente. "A diminuição, contudo, não deve ser entendida como perda de vigor da indústria de papelão ondulado, decorrendo simplesmente de uma coincidência do calendário, que faz com que dezembro de 2017 tenha dois dias úteis a menos que este mesmo mês em 2016."
A taxa esperada de crescimento para o ano de 2017 é de 4,6%. E se for computada levando em conta o número de dias úteis, a expedição avançará 5,7%.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia