Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 01 de janeiro de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

artes cênicas

Notícia da edição impressa de 02/01/2018. Alterada em 29/12 às 17h35min

Ano de festa: Theatro São Pedro completa 160 anos em 2018

Data oficial de aniversário do São Pedro é dia 27 de junho

Data oficial de aniversário do São Pedro é dia 27 de junho


CLAITON DORNELLES /JC
O ano é de festa para o mais emblemático espaço cultural de Porto Alegre - em 2018, o imponente Theatro São Pedro completa 160 anos. Para celebrar a data, foi criado um selo comemorativo e anunciada a programação do aniversário, cuja data oficial é 27 de junho.
"Alguns projetos ainda estão em fase de captação de recursos, outros têm entrada franca. O importante é destacar a força da programação que temos para o primeiro semestre de 2018", avisa o diretor artístico do Theatro São Pedro, Dilmar Messias.
Em janeiro, o destaque da agenda é a programação do Porto Verão Alegre, com Pequeno trabalho para velhos palhaços (de 5 a 7 de janeiro); Mágicos do Sul (8 de janeiro); Frida Kahlo - A revolução (de 9 a 11); Terça insana (de 12 a 14); e a banda Os mulheres negras (15 de janeiro).

Dilmar Messias destaca a intensa agenda do ano. Foto: Fredy Vieira/JC

Ainda no primeiro mês do ano, conforme Messias, o teatro receberá Nei Lisboa (shows dias 23 e 24); o espetáculo Vera Loca Acústico (dias 16 e 17); e o espetáculo Sbornia KontrAtacka, de 18 a 28 de janeiro, com Hique Gomez e Simone Rasslan.
Gomez, por sinal, é o garoto-propaganda da nova campanha para angariar recursos para o projeto Multipalco. Conforme José Roberto Diniz de Moraes, presidente da Associação Amigos do Theatro São Pedro, responsável pela obra, o Multipalco avançou muito, mas ainda há o que fazer.
Já foram aplicados R$ 40 milhões, mas faltam R$ 20 milhões para finalizar a megaestrutura, composta por teatro italiano, salas de ensaio, estacionamento, cafeteria etc. Moraes destaca, ainda, a nova marca da associação, criada a partir da assinatura de dona Eva Sopher - uma homenagem permanente à grande mentora do São Pedro, atualmente em casa, cuidando de sua saúde.
Em fevereiro, o Theatro São Pedro fecha para manutenção e férias coletivas, mas retorna em março com força total. Um dos destaques é a peça Masterclass (de 9 a 10 de março), com direção de José Possi Neto e Christiane Torloni no elenco, interpretando a diva da ópera Maria Callas.
Logo depois, de 21 a 25 de março, um espetáculo inédito, chamado Família Ramil, promete reunir, no palco, todos os músicos que carregam o famoso sobrenome. Logo após, um sucesso dos palcos que costuma lotar teatros por onde passa: a temporada do Guri de Uruguaiana. Kair Kobe levará seu personagem de 28 a 31 de março e de 1 a 15 de abril.
A Orquestra de Câmara Theatro São Pedro, sob o comando do maestro Antonio Borges-Cunha, não poderia faltar. A programação da série concertos oficiais prevê diversas apresentações, uma delas em 26 de abril.
Em maio, destaque para a programação do Festival Palco Giratório do Sesc (de 11 a 13 e de 25 a 26 de maio); a peça Os vilões de Shakespeare, com Marcelo Serrado no elenco, é atração de 18 a 20); e uma apresentação, dia 16, da série Concertos internacionais, sempre com reconhecidos grupos da música camerística internacional.
Junho começa com boa notícia: Daniel Drexler sobe ao palco do Theatro São Pedro no primeiro dia do mês, trazendo para os gaúchos o show de lançamento de seu novo disco, Uno. Marcelo Jeneci faz participação especial no trabalho. Logo depois, dias 2 e 3, é a vez de a banda Papas da Língua levar seus sucessos para o local. Fechando um "junho musical", dias 15, 16 e 17, dois ícones - Yamandu Costa e Renato Borghetti - se reúnem para celebrar a música regional. A programação completa pode ser acessada pelo site do Theatro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia