Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 04 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 05/12/2017. Alterada em 04/12 às 21h28min

Frases e personagens

Stela Farias

Stela Farias


MARCELO BERTANI/AGÊNCIA ALRS/JC
"A afirmação de que o Estado atrapalha a economia e o funcionalismo é o responsável pelo déficit público é novamente a justificativa para que o governo Sartori promova o 24º mês de parcelamento de salários dos servidores estaduais. Há um hiperdimensionamento da crise. O que falta não é dinheiro para pagar os servidores públicos, é prioridade." Stela Farias (PT), deputada estadual.
"O prédio da Assembleia Legislativa estará iluminado de vermelho no mês de dezembro, como forma de marcar as ações que visam à prevenção e ao combate ao HIV/AIDS e a outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). A Lei do Dezembro Vermelho, de minha iniciativa, foi sancionada em agosto." Pedro Ruas (PSOL), deputado estadual.
"O Brasil não está mais entre os cinco frágeis, grupo de países vulneráveis a crises de balanço de pagamentos. Na visão da S&P, os cinco países mais vulneráveis ao cenário externo hoje são Turquia, Argentina, Paquistão, Egito e Qatar." Moritz Kraemer, diretor-chefe de ratings soberanos globais da agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P).
"A principal preocupação com o Brasil é a dívida pública. O único país emergente que tem uma dívida maior do que o Brasil, como proporção do PIB, é o Egito." Também Moritz Kramer.
"Nos próximos quatro anos serão jogados os dados e as fichas dos próximos 20. E dependerá de nós. E não é uma decisão leviana, é algo que cada um de nós deve sobre isso refletir profundamente, é quase decisão entre ficar e fazer esse País como sempre fizemos ou apagar as luzes. Só que faltará vaga nos voos para Miami." Paulo Rabello de Castro, presidente do Bndes.
"Há uma crise que afeta o setor orizícola. Cresci em uma lavoura de arroz. O arroz tem importância para a Metade Sul, responsável por 90% do arroz produzido no Estado." Frederico Antunes (PP), deputado estadual.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia