Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 27 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Colunas

CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 28/12/2017. Alterada em 27/12 às 21h07min

O lar do sapo

CLAITON DORNELLES/JC
O Café do Lago já viveu tempos mais gloriosos. Hoje, está praticamente destroçado, esperando uma senhora revitalização. Que deve vir em 2018, como parte de um plano maior de recuperação do Parque da Redenção, pelo menos é o que dizem. É outro belo ponto de Porto Alegre que perece ter sapo enterrado.

Mora, Sartori


KARInE VIANA/DIVULGAÇÃO/JC
Na comunidade Boa Esperança, em Rolante, no Vale do Paranhana, o governador José Ivo Sartori (PMDB) se juntou à banda típica italiana ao som de Merica Merica, cantada pelos descendentes de imigrantes, e também não resistiu a uma partida rápida do jogo da mora. Merica Merica é o hino nacional da colônia italiana, e a mora é seu esporte olímpico. Só perde para a bocha.
 

A arte da subtração

T ome cuidado com os chamados "descuidistas" no Centro Histórico da Capital. São capazes de subtrair carteiras e celulares, e até de fechar as bolsas depois, para dar tempo de sair calmamente antes que a vítima descubra o estrago. É o requinte da profissão. No popular, batedores de carteiras. Nos anos 1950 e 1960, a maior parte era carioca, hoje emparelhou. Quase magia e sem violência. Isso é coisa de muquirana.

Esse tá ligado

O presidente da República, Michel Temer (PMDB), nomeou o engenheiro eletricista Mauro Corbellini como diretor técnico executivo da Itaipu Binacional. Pelo menos nomearam alguém do ramo em vez de um político.

Os radicais da bobagem I

Como a página adiantou, o governo do Estado começou a entregar veículos novos para a segurança pública. E, como sempre acontece, tem gente criticando o fato de, entre eles, figurar o Toyota Corolla. É a intolerância máxima. Queriam o quê? Que o Estado comprasse Kombi usadas dos anos 1960?

Os radicais da bobagem II

Querer que as polícias tenham carros mais baratos e lentos é dar chance ao bandido, que roubam carros potentes. Nem se fale nos Porsche da polícia alemã, das Lamborghini Huracan (610 cavalos) dos italianos ou os carros com 500 cavalos da polícia norte-americana. Deixem a nossa pelo menos usar carros duráveis.

As manias do Rei

O leitor Antônio Carlos Côrtes mandou, do Rio de Janeiro, mais uma excentricidade de Roberto Carlos. Na sua moradia, na Urca, este comprou um refrigerador novinho em folha, que ficou na garagem por semanas, intrigando os vizinhos. Ele só autorizava a instalação depois que mudasse a lua. Nos anos 1980, seu iate Lady Laura só entrava no porto depois que fizessem seu mapa astral.

Da água para o sol

Nem sempre uma empresa de energia elétrica que opera hidrelétricas investe em usina solar. A Certel, de Teutônia, apresentou aos seus conselheiros a usina solar instalada junto à sede administrativa da cooperativa. É formada por 78 módulos fotovoltaicos policristalinos. Ainda não pode suprir grande demanda, mas um dia chegará lá.

Miúdas

  • CAMPANHA do momento é baseada no "Fora, Temer" modificada para "Fora, Tender! Dietas Já!".
  • FAZ sentido. Todos aqueles meses comendo pouco para entrar no biquíni e eis que voltaram aos pneuzinhos.
  • GOVERNO de Maduro sofre de faísca atrasada. Dilma caiu no ano passado, e só agora ele tira seu embaixador do Brasil.
  • ANTES do WhatsApp, era muito difícil conseguir ligar para alguém no Ano-Novo. Agora, quem deve entupir é o Whats.
  • hoje, 45 mil carros demandarão a freeway. Até sábado, serão 210 mil.
  • NÃO tem mais aquela de sair de madrugada achando que só você teve essa luminosa ideia.
  • PROFESSOR Pedro Adamy é o novo presidente do Instituto de Estudos Tributários (IET).
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia