Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Colunas

CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 15/12/2017. Alterada em 14/12 às 21h53min

O centro de tudo

NABOR GOULARt/ACERVO/DIVULGAÇÃO/JC
A família, sempre a família (ou sua falta) está por trás de políticos de amplo espectro. A imagem mostra Germano Rigotto (PMDB) durante a entrega do título Deputado Emérito ao ex-governador, na noite de quarta-feira, proposição do deputado Vilmar Zanchin (PMDB). Outro fato notável de Rigotto, ele é um dos raríssimos políticos gaúchos de todos os tempos que são unanimidade quanto à retidão. Não é pouca coisa.

As prioridades do Lide


MARIA VICTÓRIA SCALCO/DIVULGAÇÃO/JC
O presidente do Lide Rio Grande do Sul, Eduardo Fernandez, revelou as prioridades da entidade para 2018, ano eleitoral. A agenda mínima do grupo de líderes empresariais, em nível nacional, é a reforma da Previdência. No Estado, que o governo encampe os dados do Centro de Liderança Pública para melhorar a gestão. A entidade quer ouvir os principais candidatos ao Palácio do Planalto e ao Piratini no próximo ano.
 

Grandes nomes em Porto Alegre

O Lide-RS já tem uma série de eventos programados para o próximo ano. Entre os pré-candidatos, estão confirmados o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que deve vir a Porto Alegre em janeiro, além de Eduardo Leite (PSDB) e Mateus Bandeira (Novo), nomes para o governo do Estado. O Lide também quer trazer à Capital o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, e o ex-ministro Arminio Fraga.

Historinha de sexta

Em meados de 1986, o ex-secretário da Saúde e técnico Germano Bonow e o secretário da Saúde, Sérgio Bechelli, foram a Mostardas de helicóptero para a inauguração de um hospital. Ventava muito e o comandante Wilde Pacheco optou por pousar em um pequeno campo com um barranco alto, que serviria como quebra-vento. Encarapitado no alto, um cachorro muito popular na cidade observava a manobra.
Subitamente ele pulou direto ao rotor de causa, desequilibrando a aeronave de asas rotativas, que foi ao chão de uma altura de quatro metros, sofrendo avarias e causando ferimentos nos tripulantes. Os dois personagens estão aí para confirmar o causo.
Pela primeira vez na história, um helicóptero foi abatido por um cão antiaéreo.

Recontagem

O escritor porto-alegrense Francisco Araújo Santos lança o livro de memórias "Recontagem - de Chico a Francisco" (AGE), obra que, segundo o autor "foi surgindo aos pedaços. Pedaços de história, pedaços da vida". No prefácio, Araújo Santos diz que foi "incrivelmente outro nas diversas épocas".

De volta à madeira

Sem nenhum brinquedo eletrônico, a Munay (avenida Independência, 796) é uma loja só com brinquedo de madeira. E tudo indica que vende bem. Nestes tempos em que até boneca de pano tem chip, é uma raridade.

Perspectivas 2018

O Jornal do Comércio recebe nesta segunda-feira, às 18h, alguns dos principais economistas do Estado para projetar as perspectivas de 2018 para o Rio Grande do Sul. A Federação do Municípios (Famurs) também estará representada no painel que acontece no salão de eventos do JC. Para participar, é preciso fazer inscrição prévia em http://bit.ly/2j2NOPs.

Valia o escrito

A única instituição confiável deste País era o jogo do bicho em matéria de pagamento de prêmios. Pelo menos em Porto Alegre não é mais. Um ponto de jogo no Centro Histórico entendeu de só pagar metade do prêmio de um apostador que cravou o milhar. Zangado, ele denunciou o ponto. Que fechou. Provisoriamente, pelo menos. Mas onde vamos parar desse jeito?

Miúdas

  • SE Ronaldinho Gaúcho for eleito senador, será o legítimo caso de dois em um. O outro é Assis.
  • COMER em aeroportos é até 40% mais caro, diz matéria da CBN. Conta uma que a gente não saiba.
  • FORÇA Nacional de Segurança vai ficar aqui por mais um ano, contrato renovado.
  • ESPERANÇA dupla: Mega-Sena R$ 39 milhões neste sábado e mais R$ 240 milhões na da Virada.
  • SEMANA que vem a Assembleia Legislativa vota 13 projetos ligados à segurança pública.
  • AJURIS passa a ter a vice-presidência de Aposentados, que será ocupada pelo juiz inativo Felipe Rauen Filho.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia