Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 30 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

procuradoria da república

Notícia da edição impressa de 30/11/2017. Alterada em 30/11 às 01h25min

Alves e Cunha são denunciados por corrupção

A Procuradoria da República no Rio Grande do Norte denunciou o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB) e o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB) pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A acusação é embasada, entre outras provas, nos acordos de delação do doleiro Lúcio Funaro e do empresário Fred Queiroz. Ligado ao peemedebista, Fred chegou a ser preso na Operação Manus, deflagrada no Rio Grande do Norte para apurar fraudes de R$ 77 milhões na construção da Arena das Dunas. Fred Queiroz confessou ter operado R$ 11 milhões em caixa-2 para a campanha de Henrique Alves em 2014, ao governo potiguar.
Ele relatou ter buscado R$ 7 milhões, ainda no primeiro turno, das mãos de um emissário, que teria levado, em um avião, o montante em dinheiro vivo.
Em delação premiada, Lúcio Funaro disse ser o emissário que levou o dinheiro para a campanha de Henrique Alves. A representação também foi protocolada contra Eduardo Cunha, que já estava preso desde outubro de 2016.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia