Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 06 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

eleições 2018

Notícia da edição impressa de 07/11/2017. Alterada em 06/11 às 21h59min

PSDB não precisava integrar gestão de Temer, diz Geraldo Alckmin

Um dia após o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defender o desembarque do PSDB do governo Michel Temer (PMDB), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou ontemsempre ter sustentado que o partido não precisava se aliar ao PMDB para manter o compromisso com as reformas.
"Nós sempre dissemos, desde o início, que o PSDB não precisava participar do governo para ajudar o Brasil, aprovar as reformas, votar favoravelmente às medidas para ajudar o País", declarou o tucano em evento no Palácio dos Bandeirantes. Para Alckmin, o artigo de FHC publicado ontem no jornal O Globo não disse "nada de extraordinário". No texto, o ex-presidente defendeu que o PSDB deve "passar a limpo o passado recente" e sair do governo após a convenção do partido, marcada para o próximo mês.
O governador tucano, que tem pretensões de se candidatar à presidência da República no próximo ano, já havia defendido anteriormente que o partido não mantivesse cargos no governo Temer.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia