Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR
Notícia da edição impressa de 29/11/2017. Alterada em 28/11 às 17h20min

Frases e personagens

Gustavo Franco, economista

Gustavo Franco, economista


CLAITON DORNELLES /CLAITON DORNELLES/JC
"Quando o Congresso, há um ano, destruiu, desfigurou, as dez medidas contra a corrupção e substituiu por medidas a favor da corrupção, que esse Congresso não tem um perfil para aprovar reformas anticorrupção." Deltan Dallagnol, procurador do Ministério Público Federal e coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.
"Se a maioria desse Congresso não aprovar reformas anticorrupção, então vamos colocar lá pessoas que aprovem. Nisso, 2018 representa um marco. Existem alguns parlamentares bons, honestos, e comprometidos com a luta contra a corrupção, mas temos visto um grande número de parlamentares que trabalham em um sentido oposto." Também Deltan Dallagnol.
"O maior problema econômico do Brasil hoje é a dívida interna, em torno de R$ 3,45 trilhões. O governo lança títulos e pagar muito juro. Além disso, a nossa economia é uma das mais fechadas do mundo, isso só nos prejudica." Gustavo Franco, ex-presidente do Banco Central.
"Essa reforma da Previdência ajuda, não resolve. Teremos que retornar ao assunto em 2018, 2019 e outros anos." Também Gustavo Franco.
"O presidente da República, Michel Temer (PMDB), editará um decreto permitindo a venda de ações do Banrisul para estrangeiros. A venda de ações do banco deverá ser concluída até 14 de dezembro. Usaremos o recurso para colocar os salários em dia. Não haverá venda do controle do Banrisul." José Paulo Cairoli, vice-governador.
"Se o Estado não entrar no Regime de Recuperação Fiscal (RRF), em breve o RS será um novo Rio de Janeiro, uma nova Greve Grécia." Darcíso Perondi (PMDB), deputado federal.
"Fora da reforma da Previdência apresentada pelo governo, Estados e municípios já têm contratadas despesas com aposentadoria de servidores e pagamento de pensionistas equivalentes a 85% do PIB - patamar elevado e que supera a dívida pública no mercado, de 73% do PIB." Paulo Tafner, economista.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia