Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 01 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

terrorismo

Alterada em 01/11 às 14h39min

Suspeito planejou ataque em Nova Iorque por semanas, diz polícia

O autor do atentado que deixou oito pessoas mortas em Nova Iorque nesta terça-feira (31) planejou o crime durante semanas e o cometeu "em nome" do Estado Islâmico, disse John Miller, vice-comissário do Departamento de Polícia da cidade. "Ele seguiu à risca instruções do ISIS a seus seguidores sobre como conduzir atentados."
Segundo ele, foram encontradas notas em árabe com a mensagem "O Estado Islâmico vai sobreviver para sempre". O atentado foi cometido por Sayfullo Saipov, um imigrante do Uzbequistão que se mudou para os EUA em 2010 e vivia legalmente no país.
Atingido por um tiro no abdômen, Saipov sobreviveu e foi interrogado pela polícia no hospital. Várias buscas e apreensões foram realizadas desde o fim da tarde de terça-feira. A polícia também interrogou testemunhas.
O prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio, disse que a cidade manterá os planos de realizar a clássica Maratona de Nova Iorque no domingo. "Nós mostramos a todo o mundo que não seremos movidos pelo terror." O evento atrai cerca de 50 mil corredores, além de dezenas de milhares de espectadores.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia