Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Meio Ambiente

Notícia da edição impressa de 09/11/2017. Alterada em 08/11 às 21h51min

Smams amplia áreas verdes para adoção na orla do Guaíba

Secretaria decidiu ampliar a quantidade de áreas verdes disponibilizadas no projeto

Secretaria decidiu ampliar a quantidade de áreas verdes disponibilizadas no projeto


FREDY VIEIRA/JC
A Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade de Porto Alegre (Smams) decidiu ampliar a quantidade de áreas verdes disponibilizadas para adoção no projeto de revitalização da orla do Guaíba. Com isso, a sessão pública para apresentação das propostas foi adiada para o dia 30 de novembro. A retificação foi publicada ontem no Diário Oficial de Porto Alegre.
Além do trecho 1, localizado entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias, será oferecido o 2, que vai até o Anfiteatro Pôr-do-Sol. Assim, a adoção incluirá os canteiros centrais da avenida Beira-Rio e os entroncamentos desta com as avenidas João Goulart e Loureiro da Silva, e com a Aureliano de Figueiredo Pinto e a Augusto de Carvalho.
"Nós decidimos prorrogar para que os candidatos tenham mais tempo para tomar conhecimento e acrescentar em seus projetos, caso tenham interesse em participar", explica o titular da Smams, Maurício Fernandes.
O adotante será responsável por garantir sustentabilidade ao investimento dedicado à revitalização da orla e à manutenção das áreas. Em contrapartida, poderá instalar conjunto de placas de sinalização visual, de natureza institucional, sem exploração comercial, respeitando a legislação e mediante análise da secretaria. O prazo previsto para a adoção é de 12 meses, prorrogável por igual período. As propostas poderão ser apresentadas por qualquer pessoa jurídica de direito privado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia