Porto Alegre, quinta-feira, 30 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Homenagens marcam um ano da tragédia com o time da Chapecoense

Diversas homenagens marcaram o primeiro ano da tragédia com o time da Chapecoense, que causou a morte de 71 pessoas na madrugada de 29 de novembro de 2016. Uma procissão partindo da Arena Condá até a catedral Catedral Santo Antônio de Chapecó levou milhares de pessoas às ruas da cidade catarinense, que fizeram o trajeto iluminado por velas e lanternas de celulares. A celebração teve início à meia-noite, sob o comando do bispo Dom Odelir Magri. Na cerimônia, o jornalista Rafael Henzel, um dos seis sobreviventes da tragédia, leu uma oração diante do público. Ao fim da celebração, o sino da catedral tocou exatamente à 1h15min da madrugada de quarta-feira, no mesmo horário em que houve a queda do avião, nas proximidades de Medellín. As pessoas presentes na catedral encerraram as homenagens com um canto emocionado de "Vamos, vamos, Chape".
 

FOTO NELSON ALMEIDA /AFP/JC