Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

futebol

22/11/2017 - 20h18min. Alterada em 22/11 às 20h29min

Palmeiras fecha com o técnico Roger Machado por uma temporada

Roger foi jogador, fez carreira e foi técnico do Grêmio

Roger foi jogador, fez carreira e foi técnico do Grêmio


Bruno Cantini / Atlético Mineiro/Divulgação/ JC
Roger Machado é o novo técnico do Palmeiras. O ex-treinador de Grêmio e Atlético-MG acertou com o clube por uma temporada e vai assumir o comando do time a partir de janeiro. Sem emprego desde julho, ele já havia sido sondado pelo time no fim do ano passado, mas acabou preterido na ocasião para a vinda de Eduardo Baptista.
O novo comandante do time será o substituto de Alberto Valentim, que nesta semana recebeu da diretoria o comunicado de que não continuará no cargo, mas poderá retornar a ser auxiliar caso aceite a proposta. Roger, de 42 anos, fez carreira de zagueiro e lateral-esquerdo no Grêmio, Vissel Kobe, do Japão, e também no Fluminense, onde se aposentou em 2008.
O nome dele era o terceiro na lista de prioridades do clube. Depois da saída de Cuca, em outubro, a diretoria sondou Mano Menezes, do Cruzeiro. O treinador, no entanto, renovou contrato com a equipe. Já nas últimas semanas, se intensificou o contato por Abel Braga, do Fluminense. Porém, a disputa com o Inter, onde o treinador é ídolo, e a necessidade de pagar uma multa rescisória de R$ 700 mil esfriaram o interesse.
Já com Roger Machado, o Palmeiras manteve contato nos últimos meses. Após sair do Atlético-MG, em julho, o treinador voltou a morar em Porto Alegre e disse aos clubes que lhe procuraram que só teria interesse em voltar a trabalhar no próximo ano.
Como treinador, Roger começou a carreira como auxiliar no Grêmio, onde trabalhou com Luiz Felipe Scolari. Depois de experiências no Juventude e no Novo Hamburgo, ele assumiu a equipe principal do time tricolor e se manteve no cargo por duas temporadas. No começo deste ano, foi para o Atlético-MG, onde conquistou o Campeonato Mineiro.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia