Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 19 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato brasileiro

Notícia da edição impressa de 20/11/2017. Alterada em 19/11 às 21h52min

Com foco na final da Libertadores, Grêmio perde para o Santos

Copete foi o autor do gol da vitória do Peixe, na Vila Belmiro

Copete foi o autor do gol da vitória do Peixe, na Vila Belmiro


/RICARDO MOREIRA/FOTOPRESS/FOLHAPRESS/JC
Quem imaginou que os reservas do Grêmio seriam facilmente superados pelo Santos, na Vila Belmiro, se enganou. Depois de desperdiçar muitas chances, o Tricolor foi castigado com um gol do Peixe e acabou derrotado por 1 a 0. Enquanto os suplentes cumpriram tabela pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Renato Portaluppi permaneceu em Porto Alegre com os titulares para seguir a preparação para a grande decisão da Libertadores da América. Nesta quarta-feira, Grêmio e Lanús começam a definir quem será o campeão continental de 2017.
A atuação dos reservas do Grêmio não refletiu no resultado dos primeiros 45 minutos disputados na Vila Belmiro. A chuva não atrapalhou, e os dois times buscaram bastante o ataque. Aos oito minutos, Paulo Víctor salvou os gaúchos, após Alison pegar o rebote e bater firme. A resposta gremista saiu aos 16 minutos. Machado chutou da intermediária, forçando Vanderlei a fazer uma boa defesa.
Dois minutos depois, foi a vez de Patrick, que tabelou com Kaio e chutou forte, dentro da área, para uma nova intervenção, desta vez com o pé. Aos 20, Machado assustou cobrando falta. Já aos 30, cada vez mais próximo de abrir o placar, o Tricolor chegou com Dionathã, que buscou o canto esquerdo, mas a bola bateu no poste e saiu.
Como diz o ditado, quem não faz, leva. E, no minuto seguinte, em um rápido contra-ataque, Vecchio fez um lançamento preciso, deixando Copete na cara do gol. O gringo bateu por cima de Paulo Víctor para abrir o placar. Na sequência, o Peixe perdeu duas chances de ampliar. Na primeira, o goleiro gremista salvou uma boa cabeçada de Ricardo Oliveira. E, na outra, Bruno Henrique perdeu, na cara do gol.
A etapa final foi sofrível comparada ao primeiro tempo. O Grêmio nem de perto lembrou o time que empilhou chances perdidas. O Tricolor parece ter sentido o gol, depois de tanto desperdício. Desencontrado, os suplentes de Portaluppi nada criaram. Já o Peixe perdeu boas oportunidade para voltar a marcar.
Santos 1 x 0 Grêmio
Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Jean Mota; Alison, Renato e Vecchio (Daniel Guedes); Copete (Arthur Gomes), Ricardo Oliveira (Orinho) e Bruno Henrique. Técnico: Elano (interino).
Paulo Victor; Léo Gomes, Bressan, Rafael Thyere e Conrado; Machado, Cristian, Kaio (Pepê), Patrick (Batista) e Dionathã (Lucas Poletto); Jael. Técnico: César Bueno (substituto).
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia