Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

SÉRIE B

Notícia da edição impressa de 09/11/2017. Alterada em 08/11 às 23h08min

Cuesta tem lesão confirmada e para por 15 dias

O Inter não deve mais contar com Víctor Cuesta para a reta final da Série B. Depois de ficar de fora do confronto com o Luverdense, em Lucas do Rio Verde, o argentino passou por exames médicos e teve confirmada uma lesão muscular na panturrilha esquerda, ficando de fora por pelo menos 15 dias, o que o tira das quatro últimas partidas do Inter na competição. Sem poder contar com Danilo Silva, Guto Ferreira deve manter a defesa com Léo Ortiz e Thales, para encarar o Vila Nova-GO, sábado, em casa.
Já Leandro Damião segue com dores musculares na coxa esquerda. No entanto, ele não está totalmente descartado da partida contra a equipe de Goiás e será reavaliado diariamente. Imprescindível no esquema tático do técnico Guto Ferreira, o atacante foi o autor dos dois gols no empate com o Luverdense, na última rodada. 
O Colorado agora tem a companhia do América-MG na primeira colocação da segunda divisão. Ambos estão com 63 pontos, mas os gaúchos têm uma vitória a mais. Na briga pelo título da Série B, os mineiros, assim como o Inter, têm duas partidas em casa e duas fora. Eles receberão o Juventude e o CRB, no estádio Independência, e saem para enfrentar o Figueirense e o Londrina. Já o Colorado recebe Vila Nova-GO e Guarani, e visita Oeste e Goiás.
A declaração de Guto após o empate com o Luverdense ("Só toma gol quem está dentro da partida. Eu não estou lá dentro e não tenho como tomar") segue repercutindo no Beira-Rio. Ontem, após o treino no CT Parque Gigante, o lateral-esquerdo Uendel comentou a fala do técnico. "Entendemos o que ele quis dizer. O Guto quis falar que qualquer time pode tomar no primeiro minuto ou aos 90. Ele se atrapalhou com as palavras, mas não há ruído no vestiário", garantiu o jogador.
Uendel comentou ainda sobre a queda de rendimento nas últimas partidas. "É normal as críticas serem direcionadas ao treinador, mas isso não chega até nós. Queríamos ter conquistado o acesso antes, mas o que temos que fazer é olhar para o próximo jogo e pensar na real possibilidade do acesso", acrescentou.
 
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia