Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 05 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Alterada em 05/11 às 19h47min

Cruzeiro bate Atlético-PR, encerra jejum e segue entre os primeiros no Brasileiro

O Cruzeiro voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro e continua entre os primeiros colocados. O time mineiro foi mais eficiente no ataque e venceu o Atlético Paranaense por 1 a 0, neste domingo, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em jogo válido pela 32.ª rodada.
O clube de Minas Gerais vinha de uma sequência de três jogos sem vencer na competição, com duas derrotas e um empate. A vitória mantém o Cruzeiro entre os melhores colocados. Distante da briga pelo título, ocupa a quinta posição com 51 pontos, mas já está garantido na fase de grupos da Copa Libertadores de 2018 pelo título da Copa do Brasil.
Do outro lado, o Atlético Paranaense voltou a perder depois de três rodadas, sendo duas vitórias e um empate. Apesar do tropeço, segue distante da zona de rebaixamento. No momento, ocupa posição intermediária na tabela de classificação, com 42 pontos.
A partida começou bastante estudada e com poucas emoções. Mesmo com uma marcação mais adiantada, dificultando a saída de bola do Atlético Paranaense, o Cruzeiro criou muito pouco. Nas raras chegadas ofensivas, conseguiu apenas conclusões de longa distância.
O Atlético Paranaense encontrou grandes dificuldades para trabalhar a bola e acabou punido pela postura defensiva aos 40 minutos. O meia Robinho fez um lindo lançamento do campo de defesa e o atacante Arrascaeta escapou nas costas da defesa. Dentro da área pela esquerda, o uruguaio limpou a marcação e bateu colocado no ângulo esquerdo do goleiro Weverton.
A segunda etapa começou com a mesma intensidade da primeira, porém com um Cruzeiro mais incisivo. Apesar da vantagem, o time mineiro seguiu mais próximo de ampliar do que sofrer o empate. Aos 11 minutos, o meia Rafinha apareceu bem. Após escanteio, ele pegou sobra fora da área e encheu o pé exigindo grande defesa de Weverton.
Conforme o tempo passou, o clube mineiro diminuiu o ritmo e passou a administrar o jogo. Sem poder de reação, o time visitante pouco assustou o goleiro Fábio. A melhor chance saiu em um lance despretensioso aos 24 minutos. O meia Guilherme cobrou escanteio, a bola pegou efeito e bateu no travessão. Na sobra, o volante argentino Lucho González completou e zaga salvou em cima da linha.
Pela 33.ª rodada, nesta quarta-feira, às 21h45, o Cruzeiro volta a campo para enfrentar o Flamengo, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, o Atlético Paranaense recebe o líder Corinthians, às 21 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia