Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 05 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

seleção brasileira

05/11/2017 - 19h04min. Alterada em 05/11 às 19h05min

Renato Augusto se junta ao elenco do Brasil para amistosos na França

Agência O Globo
Ao meia Renato Augusto, já na capital francesa, se juntam nesta segunda-feira mais 22 jogadores na apresentação da seleção brasileira para os amistosos contra o Japão, em Lille, na sexta-feira, e a Inglaterra, em Londres, no dia 14. O técnico Tite e parte da comissão técnica do Brasil também já desembarcaram em Paris.
Mas os dois principais nomes convocados pelo treinador não têm presença garantida no treino desta tarde. O atacante Neymar, que desfalcou o PSG na vitória sobre o Angers no sábado por causa de dores na coxa esquerda, será reavaliado. O problema ainda é fruto de uma entrada que sofreu na goleada por 5 a 0 sobre o Anderlecht, na Liga dos Campeões, na última terça-feira. A imprensa francesa levanta a possibilidade de ele sequer entrar em campo pelo Brasil nos dois amistosos.
Já o problema do meio-campo Philippe Coutinho é mais antigo. Há 10 dias ele não entra em campo pelo Liverpool, também com problema muscular na coxa. O jogador também deve ser reavaliado na apresentação pelo departamento médico, que manteve contato com ele durante o período de ausência.
Os últimos a chegar a Paris serão os meias Diego e Diego Souza. O camisa 35 do Flamengo entraria em campo ontem, na partida contra o Grêmio, mas alegou dores na coxa esquerda e virou desfalque de última hora.
Já Diego, que atua pelo Sport, entrou em campo ontem, contra a Chapecoense. Os dois se apresentarão à seleção apenas amanhã. O Brasil treina até quarta-feira em Paris, e na quinta-feira reconhecerá o estádio de Lille.
Antes de se reunir à seleção, um dos principais nomes de Tite mostrou serviço ao chefe Pep Guardiola. Ele saiu do banco de reservas e fez um dos gols da vitória do Manchester City sobre o Arsenal por 3 a 1, ontem. A partida foi recheada de polêmicas de arbitragem. Embora o City tenha sido superior em quase toda a partida, o time de Londres ficou na bronca por causa de erros do árbitro Michael Oliver em dois dos três gols da equipe dirigida por Pep Guardiola: um pênalti duvidoso e impedimento na origem do gol de Gabriel Jesus.
Anteontem, o meio-campo brasileiro Jorginho, que chegou a ser cotado pelo técnico Tite para os amistosos deste mês, foi a grande novidade da lista da Itália para enfrentar a Suécia pela repescagem das eliminatórias da Europa. O jogador tem dupla nacionalidade e defende o Nápoli. Ele já atuou em dois jogos não oficiais pela seleção italiana, mas se entrar em campo em uma da partidas oficiais não poderá mais ser convocado pelo Brasil.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia