Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 02 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

tênis

Alterada em 02/11 às 18h43min

Sem jogar, Marcelo Melo avança nas duplas em Paris; Goffin disputará ATP Finals

A dupla formada pelo brasileiro Marcelo Melo e pelo polonês Lukasz Kubot ainda nem entrou em quadra no Masters 1000 de Paris, na França, mas já está nas quartas de final. Por serem cabeças de chave número 2, os dois não precisaram disputar a primeira rodada e estreariam apenas nesta quinta-feira pelas oitavas de final. Eles foram beneficiados pela desistência da parceria francesa entre Richard Gasquet e Lucas Pouille, sendo que este terminou o seu jogo pela chave de simples meia hora antes do início previsto para o confronto de duplas.
Com o resultado, Marcelo Melo e Lukasz Kubot só entrarão em quadra pela primeira vez em Paris nesta sexta-feira para enfrentarem os espanhóis Marc López e Feliciano López. Os dois tenistas da Espanha avançaram às quartas de final por terem derrotado na última quarta-feira a dupla formada pelo sul-africano Raven Klaasen e pelo norte-americano Rajeev Ram.
Outro mineiro nas quartas de final em Paris é Bruno Soares. Ele atua ao lado do britânico Jamie Murray e enfrentará nesta sexta-feira a parceria francesa formada por Nicolas Mahut e Pierre-Hugues Herbert. Na última quarta-feira, pelas oitavas, os dois venceram o norte-americano Ryan Harrison e o neozelandês Michael Venus.
Pela chave de simples, um dos destaques desta sexta-feira, pela fase de oitavas de final, foi a classificação do belga David Goffin ao ATP Finals - torneio em Londres, a partir do próximo dia 12, que reúne os oito melhores tenistas da temporada. E a vaga veio, curiosamente, depois de uma derrota.
O tenista da Bélgica, o primeiro de seu país a disputar o ATP Finals, entrou em quadra precisando de apenas mais uma vitória para confirmar a classificação, mas perdeu para o francês Julien Benneteau por duplo 6/3. Mesmo assim, seguia muito perto da vaga porque a única combinação que o tiraria do torneio em Londres seria o título do francês Lucas Pouille com o vice-campeonato do argentino Juan Martin del Potro. Como o anfitrião perdeu para o norte-americano Jack Sock por 7/6 (8/6) e 6/3, a vaga já é de Goffin.
O norte-americano John Isner segue vivo na disputa por uma vaga no ATP Finals. O experiente jogador de 32 anos salvou um match point nesta quinta-feira e venceu o búlgaro Grigor Dimitrov por 2 sets a 1 - com parciais de 7/6 (12/10), 5/7 e 7/6 (7/3), em 2 horas e 45 minutos - para chegar às quartas de final do Masters 1000 de Paris.
Seu rival será o argentino Juan Martín del Potro, outro postulante a uma vaga no ATP Finais, que com tranquilidade derrotou o holandês Robin Haase por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/4.
Jack Sock também luta pela última vaga em Londres e precisa do título para se manter com chances de classificação. Seu adversário nas quartas de final em Paris será o espanhol Fernando Verdasco, que nesta quinta-feira ganhou do austríaco Dominic Thiem por duplo 6/4.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia