Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 25 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

habitação

Alterada em 25/11 às 17h37min

Investimentos habitacionais vão aumentar em 2018, diz Moreira Franco

Agência Brasil
Os investimentos habitacionais federais vão crescer em 2018 com a construção ou conclusão de projetos populares e também com linhas de crédito para imóveis em geral. A informação foi dada hoje (25) pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, que participou da entrega de 820 apartamentos do Programa Minha Casa Minha Vida, no Rio de Janeiro.
"Não há a menor dúvida [de que os programas habitacionais vão ficar mais fortes]. Agora mesmo, em dezembro, o presidente Temer vai entregar, no Brasil inteiro, 20 mil unidades. A expectativa é que, quando nós estivermos tocando com mais rapidez o programa Avançar, haveremos de ter obras grandes, médias e pequenas, que estavam paralisadas, sendo entregues ao longo do ano que vem em todas as áreas. Nas áreas de saúde, educação, saneamento básico, energia, óleo e gás, rodoviárias e ferroviárias. Ou seja, o Brasil voltou", disse o ministro, após a solenidade de entrega das chaves.
Os apartamentos, dos residenciais Porto Belo, Ônix e Park Topázio, em Santa Cruz, zona oeste do Rio, vão abrigar mais de 3,2 mil pessoas. Os empreendimentos são destinados a famílias com renda de até R$ 1,8 mil e receberam investimentos federais de R$ 61,5 milhões.
Cada apartamento tem 43 metros quadrados e conta com dois quartos, sala cozinha, área de serviço e banheiro. O condomínio dispõe de estacionamento, área de lazer e parque infantil.
O presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, ressaltou que os investimentos federais em habitação, contando todas as linhas de crédito, aumentarão dos atuais R$ 80 bilhões para R$ 85 bilhões no próximo ano.
"Nós estamos entregando a primeira obra dentro do programa que o presidente Temer lançou em Brasília, o Agora é Avançar. Com certeza, o espírito é proporcionar novas contratações, inclusive no estado e na cidade do Rio. Isto faz parte do grande projeto da retomada do crescimento, em busca da geração de novos empregos. É o que a população mais deseja: ter trabalho e moradia", disse Occhi. Também participaram da cerimônia o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, parlamentares e lideranças comunitárias.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia