Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de novembro de 2017.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

acontece

Notícia da edição impressa de 29/11/2017. Alterada em 28/11 às 17h27min

Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul realiza último concerto do ano nesta quarta

OJRS se apresenta no Teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa

OJRS se apresenta no Teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa


ISAIAS MATTOS/DIVULGAÇÃO/JC
O último concerto da temporada 2017 da Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul (OJRS) acontece hoje, às 20h, no Teatro do Centro Histórico-Cultural Santa Casa (Independência, 75). A entrada é franca, com distribuição de ingressos uma hora antes do espetáculo.
O regente da noite será Edilson Ventureli, titular da Orquestra Juvenil Heliópolis e regente adjunto da Orquestra Sinfônica Heliópolis. No violoncelo, a solista Isadora Gehres apresenta Andante Cantabile, de Tchaikovsky. A orquestra e o Coral Jovem também participam da apresentação com Surgem Anjos (Glória), de Mendelssohn; Happy Xmas, de John Lennon e Yoko Ono; e Noite feliz, de F. Gruber, entre outras cações.
A OJRS proporciona a mais de 100 crianças e jovens do Rio Grande do Sul formação profissional na área da música instrumental, inclusão social, geração de renda e oportunidades de vida. São estudantes da rede pública de ensino, na faixa etária de 10 a 24 anos, que tocam violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta doce, piano, percussão e, agora, o naipe de sopros, inicialmente composto de oboé, flauta transversal, fagote, clarinete e trompa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia