Porto Alegre, sexta-feira, 10 de julho de 2020.
Dia da Pizza.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 10 de julho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR
15/11/2017 - 19h04min. Alterada em 15/11 às 19h04min

SAP começa a operar novo datacenter no Brasil

Cristina Palmaka diz que cloud foi a grande direcionadora do sucesso da empresa em 2018

Cristina Palmaka diz que cloud foi a grande direcionadora do sucesso da empresa em 2018


PATRICIA KNEBEL/ESPECIAL/JC
A SAP anunciou a abertura oficial de seu primeiro datacenter na América Latina para a plataforma de serviços SAP Cloud Plataform. A infraestrutura está operando desde o final de outubro alocada no espaço Equinix, em São Paulo, parceiro global da SAP.
A SAP anunciou a abertura oficial de seu primeiro datacenter na América Latina para a plataforma de serviços SAP Cloud Plataform. A infraestrutura está operando desde o final de outubro alocada no espaço Equinix, em São Paulo, parceiro global da SAP.
Outra novidade é a disponibilidade no mercado brasileiro do primeiro produto de uma nova família fiscal na nuvem, a NFE Cloud, desenvolvida pelo SAP Labs Latin América, em São Leopoldo. Essas novidades reforçam a importância que a nuvem vem adquirindo na estratégia da gigante alemã, suportando boa parte dos lançamentos trazidos para o Brasil em 2017, como o ERP na nuvem e soluções em cima de plataformas consolidadas, como Ariba e Success Factors. Sem falar no mais impactante deles, o Leonardo, apresentado em maio, durante o Sapphire, em Orlando (EUA), e que reúne tecnologias como Internet das Coisas (IoT), Blockchain, Machine Learning e Inteligência Artificial.
“A nuvem foi a grande direcionadora do nosso sucesso esse ano”, afirma a presidente da SAP Brasil, Cristina Palmaka. A executiva comenta que a companhia está entrando no seu oitavo semestre de crescimento acelerado. “São dois anos de uma nova SAP, em que passamos a ter um posicionamento diferente para clientes com soluções inimagináveis, como o Leonardo”, acrescenta. Entre os clientes desta solução no Brasil estão Cielo, Boticário e Burger King.

Ariba mira oferta nas pequenas e médias

A Ariba, que foi comprada pela SAP em 2012 e tem o foco nas soluções para as áreas de compras e logística, quer ampliar o volume de negócios para as pequenas e médias empresas. Para isso, aposta no SAP Ariba Snap Procurement, solução que reduz o ciclo de vendas e de implantação das suas soluções.
“Tínhamos uma lacuna de atuação nesse perfil de cliente que não podíamos mais ignorar. Essa oferta se encaixa nas necessidades das PMEs tanto do ponto de vista do investimento como na implantação”, relata o vice-presidente de vendas da Ariba, Luiz Fernando Caldas.
O Snap Procurement gerencia todo processo de requisições, aprovações de compras via celular e comunicação com os fornecedores de forma simples. A solução é pré-configurada e pode ser implantada em até três meses – enquanto que as soluções para as grandes empresas levem de três a oito meses.
Caldas comenta que as soluções da Ariba melhoram o compliance, a transparência e aumentam a eficiência. A companhia tem uma rede de negócios com 3 milhões de empresas que transacionam cerca de US$ 1 trilhão. “O nosso portfólio se alavanca do poder das redes. É ao redor disso que desenvolvemos as nossas aplicações para ajudar os clientes a operacionalizar os seus processos, agregando inteligente de forma aberta e conectada com outras aplicações, como de ERP e IoT”, relata.
Comentários CORRIGIR TEXTO