Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 31 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Política

CORRIGIR

Congresso Nacional

Alterada em 31/10 às 10h52min

Após recusar convite, 'braço direito' de Janot deve ser convocado na CPMI da JBS

O presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS, senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), anunciou nesta terça-feira (31) que protocolou um requerimento de convocação do procurador regional da República Eduardo Pelella para depor como testemunha no colegiado. Pelella foi chefe de gabinete e braço direito do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot.
O requerimento de convocação de Pelella deve ser votado em instantes pelos parlamentares. Se aprovado, o procurador ficará obrigado a se apresentar à comissão. Pelella já havia sido convidado a colaborar com a CPMI. Mas como se tratava apenas de um convite, ele poderia declinar do chamamento.
Esta foi a opção do procurador, que enviou documento à CPMI recusando a solicitação. Diante da negativa, Ataídes Oliveira decidiu apresentar o novo requerimento, que transforma o convite em convocação.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia