Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 08 de outubro de 2017. Atualizado às 18h46.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Limpeza Urbana

06/10/2017 - 11h42min. Alterada em 08/10 às 11h28min

Sem coleta seletiva, prefeitura de Porto Alegre orienta descarte de lixo em postos

Coleta que era feita por caminhões com trabalhadores da Cootravipa não está sendo feita

Coleta que era feita por caminhões com trabalhadores da Cootravipa não está sendo feita


JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
Patrícia Comunello e Stéphany Franco
Sem coleta seletiva em Porto Alegre pelo terceiro dia consecutivo, os 1,4 milhão de habitantes de Porto Alegre têm literalmente de resolver por conta própria a destinação do lixo gerado em casa. O Jornal do Comércio buscou esclarecimentos da prefeitura em função de questionamentos das pessoas nas redes sociais ao saber da paralisação da terceirizada por falta de pagamento. A pergunta básica é: o que fazer com o lixo que tenho em casa? Por dia, seriam normalmente coletadas 100 toneladas de lixo seletivo. 
A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) confirma que não há coleta e orienta que as pessoas levem os resíduos aos Postos de Entrega Voluntária (PEV) espalhados em 19 pontos da cidade (confira a lista no final da matéria). Quem não puder transportar até os locais, o DMLU informa que os moradores terão de guardar os resíduos em casa. Não há previsão de retorno do serviço.
O JC tentou falar com o titular da pasta de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário, na manhã desta sexta-feira para saber o que a prefeitura vai fazer em função da falta do serviço essencial. A assessoria de imprensa de Rosário disse que ele não poderia falar com a reportagem, pois está com a agenda cheia de reuniões.   
A Cootravipa, empresa contratada para fazer a coleta, decidiu paralisar os serviços de coleta seletiva e limpeza de parques e praças da cidade até que sejam realizados os repasses da Prefeitura. Segundo a cooperativa, o município não pagou os valores integrais da coleta de resíduos e 50% do serviço de conservação feitos em praças e parques em agosto. A pendência soma R$ 1,63 milhão. "No próximo dia 10, vencem os valores relativos de setembro, mas não sabemos o que irá acontecer", afirma o assessor jurídico da cooperativa, Artur Gomes.
Além dessas pendências, a cooperativa diz ainda que a prefeitura deve mais R$ 4,7 milhões de dezembro de 2016. A cooperativa se habilitou ao programa de parcelamento do que a prefeitura deve. O débito seria quitado em 36 vezes, a partir de janeiro de 2018. "Com a falta de pagamento atual, estamos estudando se vamos assinar esse parcelamento do que a prefeitura deve", reflete Gomes. "A Cootravipa faz a limpeza urbana da cidade há 35 anos e essa foi a primeira vez que a empresa está sem nenhum valor em caixa." 
De acordo com o assessor, a Cootravipa não tem condições nem de pagar o combustível dos ônibus que levam os trabalhadores aos diversos pontos da cidade. Por este motivo, foi necessário suspender os serviços. "A única coisa que estamos conseguindo manter é a limpeza das ruas e das lixeiras", afirma o assessor jurídico. A cooperativa ressalta que vai normalizar o serviço à medida que os repasses forem feitos.
No fim da manhã desta sexta, a Cootravipa informou que ingressou na Justiça do Trabalho com uma ação coletiva em nome dos 2 mil associados pedindo pagamento imediato dos valores. O juiz da 18ª Vara do Trabalho de Porto Alegre, Paulo Ernesto Dorn, deu prazo de cinco dias para o município se manifeste.

Onde descartar o lixo seletivo:

(1) Levar nos Postos de Entrega Voluntária (PEV):
  • Unidade de Serviço Belém Novo (Avenida Juca Batista, 10.400) - foi fechada. Prefeitura informou outra no bairro Azenha - Unidade de Serviço Princesa Isabel (Avenida Ipiranga, 2765). 
  • Unidade de Serviço Câncio Gomes (Travessa Carmem, 111)
  • Unidade de Serviço Bernardino( Avenida Bernardino Silveira Amorim, 2261)
  • Unidade de Serviço Cavalhada (Avenida Otto Niemayer, 3.206)
  • Unidade de Serviço Conceição (Avenida Alberto Bins, sob a elevada da Conceição)
  • Unidade de Serviço Cruzeiro (Avenida Cruzeiro do Sul , 1445)
  • Unidade de Serviço Diário (Avenida Diário de Notícias, 1111)
  • Unidade de Serviço Fátima/Pinto (Rua Alfredo Ferreira Rodrigues, 975)
  • Unidade de Serviço Freitas de Castro (Rua Prof. Freitas de Castro, 265)
  • Unidade de Serviço Glória (Avenida Prof. Carvalho de Freitas, 1.012)
  • Unidade de Serviço Humaitá (Rua José Aloísio Filho, 780)
  • Unidade de Serviço IAPI (Avenida Assis Brasil, 1.715)
  • Unidade de Serviço Niterói (Avenida Niterói, 19)
  • Unidade de Serviço República (Rua da República, 711)
  • Unidade de Serviço Restinga (Rua Rubem Pereira Torelly, 50)
  • Unidade de Serviço Silva Só (Rua Silva Só, sob o Viaduto Tiradentes)
  • Unidade de Serviço Tenente Alpoin (Rua José Luiz Rodrigues Sobral, 958)
  • Unidade de Serviço Visconde do Herval (Rua Visconde do Herval, 945)
  • Unidade de Serviço Zeferino Dias (Rua Dom Jaime de Barros Câmara, 815)
(2) Se o morador não conseguir levar ao posto:
  • O DMLU sugere que os resíduos sejam armazenados nas residências até que o impasse entre a Prefeitura e Cootravipa seja solucionado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Alexandre Bueno 07/10/2017 23h56min
Em São Paulo também temos um prefeito do mesmo estilo: marqueteiro, demagogo, aliado ao MBL e que fica mais tempo no Facebook do que governando. Resultado: a limpeza pública e outros serviços estão um caos. Coincidência?!
Débora Fernandes 07/10/2017 19h37min
Extremamente lamentável a evidente falta de comprometimento, de seriedade e de competência desse eleito. E ainda para somar é mais um político arrogante que não tem capacidade de diálogo com a população. Será que tem conseguindo dormir em paz, exmo. Prefeito? Com certeza, os trabalhadores que estão sem receber, não :(
Gerson 07/10/2017 03h11min
Levem o seu lixo para casa do prefake AreninhaJr !!!n
Paulo Renato Rodrigues Lima 07/10/2017 01h01min
eu sugiro levarmos todos o lixo e colocar em frente a prefeitura, quem sabe o prefeito ache uma soluçaõ...
Cleusa M Costs 06/10/2017 20h50min
Cadê o dinheiro da escorchante taxa de lixo que a PM cobra junto com o IPTU? E agora ainda vamos ter que fazer o serviço por eles? Arrume outra solução Sr. Secretário. Cumpra seu papel.
JOSE ALMEIDA 06/10/2017 20h48min
Não existe esse numero 265 na Rua Freitas de Castro.
Antonio Carlos 06/10/2017 15h37min
Sabe-se que os funcionários do DMLU também estão sem receber. Não são eleitas as prioridades e isso está gerando o caos na administração de Porto Alegre.