Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de outubro de 2017. Atualizado às 00h05.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

câmara de porto alegre

Notícia da edição impressa de 05/10/2017. Alterada em 04/10 às 21h36min

Vereadores lançam frente por ações de revitalização no 4º Distrito

A Câmara da Capital lança, hoje, uma frente parlamentar em defesa do Projeto Masterplan 4D, voltado à revitalização econômica e social do 4º distrito, com ações de inovação tecnológica e parcerias público-privadas (PPP).
Segundo o vereador Mauro Zacher (PDT), que idealizou a frente e é morador do bairro Floresta, o propósito é pressionar para que o Executivo envie projetos visando a criação de incentivos de regimes urbanísticos, como potencial construtivo, e incentivos fiscais. "A frente terá uma agenda de trabalho, cobrança e acompanhamentos, para que o processo não corra o risco de demorar." O Masterplan 4D foi apresentado à comunidade em dezembro de 2016. O lançamento da frente contará com uma videoconferência com o professor Benamy Turkienicz, que coordena o Núcleo de Tecnologia Urbana da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde o projeto foi elaborado.
Também integram a frente os vereadores Adeli Sell (PT), Airto Ferronato (PSB), Alvoni Medina (PRB), André Carús (PMDB), Cassiá Carpes (PP), Idenir Cecchin (PMDB), Felipe Camozzato (Novo), Luciano Marcantonio (PTB), Márcio Bins Ely (PDT), Mauro Pinheiro (Rede), Moisés Barboza (PSDB), Professor Alex Fraga (PSOL), Reginaldo Pujol (DEM), Ricardo Gomes (PP) e Valter Nalgestein (PMDB).
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia