Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de outubro de 2017. Atualizado às 17h36.

Jornal do Comércio

Política

CORRIGIR

câmara dos deputados

Alterada em 03/10 às 17h39min

Câmara aprova emenda para permitir empresas do Simples aderirem ao Refis

Deputados aprovaram na tarde desta terça-feira, no plenário da Câmara, emenda à medida provisória (MP) que cria um novo Refis para permitir que empresas que participam do Simples Nacional possam aderir ao programa. O trecho, porém, poderá ser vetado pelo presidente Michel Temer. Segundo o líder do governo na Casa, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), a medida é inconstitucional e, por isso, não há compromisso de sanção.
O parlamentar paraibano ressaltou que o Simples Nacional tem um regime específico de parcelamento de dívidas. Isso porque é um regime tributário simplificado para micro e pequenas empresas que permite o recolhimento de todos os tributos federais, estaduais e municipais em uma única guia.
Dessa forma, não há como misturar tributos estaduais e municipais nesse programa de parcelamento de débitos com a União.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia