Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

Notícia da edição impressa de 26/10/2017. Alterada em 25/10 às 20h55min

Bitcoin - mineração é o caminho

Milton Machado
O bitcoin tem se tornado cada vez mais conhecido como forma de especulação financeira, dada a sua extraordinária valorização em relação às moedas correntes. No entanto, essa nunca foi a intenção do seu criador. A ideia que fundamenta o bitcoin, é retirar do estado o controle sobre a moeda e a riqueza dos indivíduos.
Atualmente é preciso comprar bitcoin em uma "exchange", para poder usufruir de suas magníficas propriedades, seja como investimento especulativo, poupança de longo prazo, proteção da inflação, ou meio de pagamento e remessa de valores. E é somente nesse ponto que o Estado pode ainda exercer seu controle nefasto, bloquear, confiscar e regulamentar a seu favor, como sempre faz.
Fica claro, então, que a melhor forma de adquirir bitcoin, não é através de "exchanges", mas sim através da mineração de bitcoin, o processo competitivo pelo qual são validadas as transações com bitcoin, pelo emprego de esforço computacional intenso, gerando novos bitcoins como recompensa.
A mineração consome muita energia elétrica, mas mesmo com a caríssima energia vendida pelo estado no Brasil, consegue-se ter lucro minerando em casa, com o equipamento adequado. Outra alternativa é a geração solar e eólica. Se já é viável para gerar somente eletricidade, mais ainda será para gerar bitcoin, cujo valor agregado é muito maior.
Mineração em nuvem é uma opção ainda mais lucrativa a curto prazo, desde que se evite os golpes de sites falsos e criminosos. Hashflare.io, por exemplo, é um site honesto.
Dito isso, é imperativo que em nome da liberdade individual, comecemos a estimular a mineração de bitcoin como forma de adquirir a moeda a despeito do Estado e seus controles. Aí sim, estaremos desfrutando plenamente do poder da tecnologia criada para libertar o indivíduo das garras do Estado-nação e do confisco dos impostos.
Engenheiro
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia