Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 28 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

espanha

Alterada em 28/10 às 17h49min

Presidente do Parlamento Europeu aprova intervenção da Espanha na Catalunha

O presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, afirmou neste sábado que a decisão do governo da Espanha de convocar uma nova eleição na Catalunha após a declaração unilateral de independência da região "era a coisa certa a fazer". Tajani falou a repórteres ao deixar o Vaticano, após um fórum sobre o futuro da Europa.
A autoridade disse que a posição da União Europeia é muito clara: "Ninguém nunca vai reconhecer a Catalunha como um país independente. O plebiscito foi ilegal", argumentou. "O Estado de Direito deve ser restaurado."
Tajani afirmou que a eleição permitirá que os catalães "decidam que tipo de governo eles querem ter". Segundo ele, tudo deve acontecer de acordo com a Constituição espanhola.
O presidente do Parlamento Europeu acrescentou que espera que o diálogo possa ajudar a resolver "a situação difícil" atual. "Isso não significa que a União Europeia poderia mediar, porque esse é um assunto interno espanhol", disse ainda.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia