Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Turquia

Notícia da edição impressa de 26/10/2017. Alterada em 25/10 às 20h35min

Ex-ministra funda partido para desafiar Erdogan

A ex-ministra do Interior da Turquia, Meral Aksener, formou um novo partido político na esperança de desafiar o presidente Recep Tayyip Erdogan nas eleições previstas para 2019.
A política de 61 anos fundou o partido de centro-direita Iyi Parti ou Partido Bom, em Ancara, capital do país, ontem, com um grupo de políticos que saiu do partido Nacionalista neste ano, como forma de repúdio pela sigla ter apoiado Erdogan em um plebiscito que aumentou os poderes do presidente.
Meral foi a primeira mulher no país a ocupar o cargo de ministra do Interior, servindo na posição entre 1996 e 1997 até o governo - uma coalizão conservadora-islâmica - ter sido derrubado por pressão militar. Na cerimônia de fundação do partido, ela sugeriu que poderia concorrer com Erdogan nas eleições presidenciais.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia