Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

espanha

Alterada em 25/10 às 15h03min

Puigdemont não pretende ir ao Senado em Madri defender independência catalã

Representantes políticos na Catalunha afirmaram nesta quarta-feira que o presidente regional, Carles Puigdemont, não planeja comparecer diante do Senado em Madri para defender seu impulso pela independência e para argumentar contra as ações do governo central para retirá-lo do poder.
Autoridades regionais partidárias afirmaram que o presidente do Parlamento da Catalunha informou seus representantes na quarta-feira que Puigdemont em vez disso compareceria na sessão do Legislativo regional para levar adiante o esforço pela secessão.
As fontes de vários partidos do Parlamento pediram anonimato, em obediência a regulações partidárias internas.
A imprensa espanhola informava que Puigdemont poderia comparecer ante de uma comissão do Senado que havia sido encarregada de revisar o pedido do premiê Mariano Rajoy de autoridade constitucional para retirar os líderes catalães do poder e assumir o governo regional temporariamente. O Senado deve aprovar as medidas na sexta-feira.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia