Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de outubro de 2017. Atualizado às 00h01.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Crise Diplomática

Notícia da edição impressa de 05/10/2017. Alterada em 04/10 às 19h56min

Para Putin, não há certeza de sucesso em ataque à Coreia

Opositor declarado a uma intervenção militar na Coreia do Norte, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse ontem que não há certeza de sucesso de um ataque militar, porque o regime de Kim Jong-un pode ter instalações militares escondidas. "Será possível um ataque global contra a Coreia do Norte para desarmá-la? Sim. Atingirá seu objetivo? Não sabemos. Quem sabe o que eles têm lá e onde? Ninguém sabe com 100% de certeza, já que é um país fechado", declarou.
A abordagem cautelosa destoa do tom adotado pelo presidente norte-americano Donald Trump, que tem repetidamente feito ameaças a Pyongyang e pedido a imposição de sanções econômicas cada vez mais duras.
Putin também disse que a Rússia tem mais razões que a maioria dos países para se preocupar com o programa balístico de Pyongyang, já que o local onde o regime realizou testes nucleares fica a menos de 200 quilômetros de distância da fronteira russa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia