Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 29 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 30/10/2017. Alterada em 29/10 às 21h25min

Corrida promove prevenção contra AVC em Porto Alegre

Evento foi realizado na manhã deste domingo, na Redenção

Evento foi realizado na manhã deste domingo, na Redenção


FREDY VIEIRA/JC
A prefeitura de Porto Alegre promoveu, neste domingo, a 3ª Corrida Contra o Acidente Vascular Cerebral (AVC), no Parque da Redenção. O AVC é a segunda causa de morte e a primeira de incapacidade no Brasil. Apenas em 2015, 100.520 pessoas morreram em decorrência da doença. Do total, 4.592 mortes foram de pessoas com menos de 45 anos, de acordo com os últimos dados catalogados pelo Ministério da Saúde, que registrou, no mesmo ano, 212.047 internações relacionadas ao AVC, que pode ser provocado por obstrução de artéria ou mesmo rompimento de vasos sanguíneos.
O total de casos e os problemas gerados por eles podem ser menores se forem adotadas medidas preventivas. "Trata-se de uma doença grave, autoimune e incapacitante, mas que tem uma grande capacidade de prevenção", afirma o diretor científico da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), Rubens Gagliardi. Segundo a ABN, 90% dos AVCs estão ligados a fatores que podem ser modificados, por isso, a organização e outras parcerias, como a Rede Brasil AVC, aproveitam o Dia Nacional de Combate ao AVC, celebrado no domingo, para chamar a atenção da sociedade com a campanha "Qual o seu motivo para prevenir um AVC?". O evento realizado em Porto Alegre ocorreu em alusão ao Dia Mundial de Combate ao AVC.
As organizações envolvidas na campanha apontam que é possível prevenir por meio das seguintes ações: controlar a pressão alta, fazer exercícios físicos moderados cinco vezes na semana, ter uma dieta saudável e balanceada com mais frutas e verduras e menos sal, reduzir o colesterol, manter peso adequado, não fumar e evitar exposição passiva ao tabaco, reduzir a ingestão de álcool, identificar e tratar a fibrilação atrial, evitar diabetes, adotando acompanhamento médico, e conhecendo mais sobre o AVC.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia