Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de outubro de 2017. Atualizado às 13h00.

Jornal do Comércio

Geral

CORRIGIR

Saúde

05/10/2017 - 12h59min. Alterada em 05/10 às 13h01min

Ministério da Saúde anuncia repasse de R$ 93 milhões a 46 UPAs

Agência Brasil
O Ministério da Saúde anunciou hoje (5) o repasse de R$ 93,2 milhões para o custeio de 46 unidades de Pronto Atendimento (UPAs) localizadas em 43 municípios brasileiros das cinco regiões do país.
As UPAs são unidades de saúde que funcionam em tempo integral prestando um serviço que é intermediário entre a atenção básica e as unidades hospitalares. Metade do custeio mensal das UPAs é financiado pelo governo federal. A outra metade é compartilhada entre estados e municípios.
De acordo com o Ministério da Saúde, há em todo país 562 UPAs funcionando com a ajuda do governo federal, a um custo de R$ 1,7 bilhão por mês apenas para serviços. Elas prestam cerca de 130 mil atendimentos diários.
Segundo o ministro da Saúde, Ricardo Barros, essas unidades são relevantes para que possam ser usadas de forma a complementar os serviços que já são oferecidos pelas demais unidades de saúde dos municípios.
Os prefeitos podem usar as UPAs para complementar o serviço que já é oferecido no município?, disse o ministro durante coletiva de imprensa.
Ainda segundo Barros, há 223 unidades em obras, mas com os recursos federais já empenhados.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia