Porto Alegre, sexta-feira, 27 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Ibama desativa garimpo ilegal em terra indígena no Pará

Durante operação de combate a garimpos ilegais para extração de ouro em território indígena Kayapó, no Pará, cerca de doze balsas foram destruídas por agentes do Grupo Especializado de Fiscalização (GEF) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A ação do Ibama foi realizada em três dias quando também foram destruídas 12 escavadeiras hidráulicas (foto), quatro motobombas e um caminhão carregado de toras. De acordo com o Ibama, os agentes ambientais apreenderam ainda armas e 700 gramas de mercúrio, considerado uma ameaça à saúde pública. A extração mineral é proibida em terras indígenas. O território Kayapó abrange os municípios paraenses de Cumaru do Norte, Bannach, Ourilândia do Norte e São Félix do Xingu. No total, foram destruídos cerca de R$ 9 milhões em equipamentos.
 

FOTO Secom Ibama/Divulgação/JC