Porto Alegre, quinta-feira, 19 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Status de Aécio muda para 'senador em exercício' após votação

A primeira consequência da votação que cancelou o afastamento de Aécio Neves (PSDB), foi a mudança de status no site da casa para "senador em exercício". Por 44 votos a 26, senadores derrubaram as medidas cautelares impostas a Aécio pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O tucano foi denunciado por receber propinas de R$ 2 milhões de executivos da JBS e ficou 20 dias afastado. Em carta aos colegas de casa, Aécio disse que foi vítima de violenta "trama ardilosa" envolvendo agentes da Procuradoria-Geral da República (PGR). Em setembro, a primeira turma do STF afastou Aécio do exercício das funções parlamentares e o colocou em recolhimento noturno. No front partidário, o presidente interino do PSDB, o senador Tasso Jereissati (CE) defendeu que Aécio renuncie à presidência da sigla.
 

FOTO Marcelo Camargo/Agência Brasil/JC
19/10/2017 - 13h12min