Porto Alegre, segunda-feira, 16 de outubro de 2017. Atualizado às 20h31.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Número de mortos de atentados na Somália chega a 300

O número de mortos do atentado duplo de sábado (14) a Mogadício, capital da Somália, subiu para 300, afirmou o diretor de um serviço de ambulâncias nesta segunda-feira (16). Segundo Abdulkadir Adam, mais vítimas morreram devido aos ferimentos sofridos. Os ataques deixaram também ao menos 300 feridos. O primeiro, mais mortífero, aconteceu nos arredores de um conhecido hotel da cidade, em um perímetro com vários ministérios e embaixadas. Nenhum grupo reivindicou o ataque, mas o governo somali apontou como culpados os rebeldes do Al-Shabaab, ligado à Al Qaeda. Trata-se de um dos piores ataques da África subsaariana, maior que o ocorrido na Universidade Garissa, no Quênia, que deixou 148 mortos em 2015, e que os bombardeios de 1998 na Tanzânia e no Quênia, que deixaram cerca de 219 mortos.
 

FOTO Mohamed ABDIWAHAB/AFP/JC