Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de junho de 2018.
Dia do Cinema Brasileiro.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Eliminatórias da Copa

Notícia da edição impressa de 18/10/2017. Alterada em 19/06 às 14h49min

Itália pega a Suécia na repescagem europeia

Os confrontos da repescagem das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018 foram definidos ontem, na sede da Fifa, em Zurique. E o sorteio determinou que a Itália, tetracampeã mundial, vai encarar a Suécia na luta por uma vaga na competição que será realizada na Rússia. Os outros duelos da repescagem do qualificatório europeu são: Irlanda do Norte x Suíça, Croácia x Grécia e Dinamarca x Irlanda.
As partidas de ida da repescagem europeia vão acontecer entre 9 e 11 de novembro, enquanto os confrontos de volta ocorrerão logo em seguida, dos dias 12 a 14 do mesmo mês, período em que serão determinados os últimos classificados do continente para o Mundial do próximo ano. Além da Itália, as seleções de Suíça, Grécia e Irlanda terão a vantagem de fazer o duelo de volta deste mata-mata como mandantes. Antes disso, porém, Irlanda do Norte, Croácia, Dinamarca e a própria Suécia tentarão aproveitar o fator campo para conquistarem vitórias antes de decidirem seus respectivos futuros como visitantes.
Figurando nesta repescagem, a Itália é a única campeã mundial que ainda não se garantiu na Copa de 2018 - Uruguai, Alemanha, Brasil, Espanha, Inglaterra, Argentina e França obtiveram suas vagas. Os outros representantes europeus com lugar já assegurado no Mundial são Bélgica, Islândia, Polônia, Portugal e Sérvia, líderes de suas chaves nas Eliminatórias, além da Rússia, qualificada automaticamente como país-sede.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia