Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

CORRIGIR

Comércio exterior

25/10/2017 - 22h53min. Alterada em 25/10 às 22h53min

Empresas adotam novo sistema de importação e exportação no Porto de Santos

Agência Brasil
Protocolo assinado hoje (25) pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, autoriza que Basf, Bayer, Adama, DuPont e Ihara, empresas importadoras de insumos agropecuários, adotem o sistema Operador Econômico Autorizado (OEA-Agro) no Porto de Santos.
De acordo com o Ministério da Agricultura, o novo sistema monitora menos as importações, mas não deixa de fiscalizar. O OEA usa uma amostragem específica para as empresas exportadoras e importadoras que já sejam reconhecidas internacionalmente pela confiabilidade de seus produtos. O objetivo é aumentar a eficiência de fiscalização e ao mesmo tempo reduzir custos, tendo como um dos instrumentos a certificação de empresas que atuam no comércio internacional.
"O rigor da inspeção será mantido. Só que a fiscalização será realizada de modo mais eficiente, com amostragem baseada em sistemas de inteligência e parametrização", explicou Luis Rangel, secretário de Defesa Agropecuária do ministério.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia