Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de outubro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Sistema Financeiro

Notícia da edição impressa de 24/10/2017. Alterada em 23/10 às 22h42min

BC e CNJ vão assinar acordo sobre mediação com bancos

O Banco Central (BC) e o Conselho Nacional e Justiça (CNJ) estão em tratativas finais para assinatura de acordo sobre mediação digital de conflitos entre instituições financeiras e clientes. Com o acordo, a plataforma de mediação do CNJ será utilizada para resolver disputas entre as partes, reduzindo o número de ações que estão na Justiça.
O presidente do BC, Ilan Goldfajn; o diretor de Relacionamento Institucional, Isaac Sidney; e o procurador-geral da instituição, Cristiano Cozer, estiveram reunidos, na tarde de ontem, com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, que também preside o CNJ. O presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Murilo Portugal, também esteve presente.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia