Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 05 de dezembro de 2017.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

combustíveis

10/10/2017 - 11h27min. Alterada em 10/10 às 12h07min

Gás de cozinha fica 12,9% mais caro a partir desta quarta-feira

Aumento aos consumidores vai depender do repasse das distribuidoras e revendedores

Aumento aos consumidores vai depender do repasse das distribuidoras e revendedores


PEDRO VENTURA/ABR/JC
O preço do gás de cozinha vai sofrer novo aumento a partir da zero hora desta quarta-feira (11). O reajuste, agora de 12,9%, é o quinto aumento nos ultimos 30 dias nos botijões de até 13kg, segundo a Associação Brasileira dos Revendedores de Gás Liquefeito (ASMIRG-BR).
De acordo com a Petrobras, o percentual de reajuste foi calculado de acordo com a política de preços divulgada em 07/06/2017 e reflete, principalmente, a variação das cotações do produto no mercado internacional.
Em comunicado, a estatal informou que o ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. Se for integralmente repassado aos preços ao consumidor, a companhia estima que o preço do botijão de GLP P-13 pode ser reajustado, em média, em 5,1% ou cerca de R$ 3,09 por botijão, se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Cecilia 05/12/2017 09h44min
Há uma semana paguei 82,00 pelo botijão de 13kg da Liquigás. Tenho a persistente sensação que a conta foi além do que foi praticado antes do atual aumento. E me sinto uma tola de ter embarcado nessa canoa.